Então

domingo, 21 de setembro de 2008

Julio Cortázar

A editora Civilização Brasileira está lançando dois livros seus que, por um desses mistérios insondáveis do mercado editorial, permaneciam inéditos no Brasil.


A Volta ao dia em 80 mundos
"Já se deve ter notado que aqui chovem citações, e isto não é nada perto do que vem pela frente, ou seja, quase tudo. Nos oitenta mundos da minha volta ao dia há portos, hotéis e camas para os cronópios, e além disso citar é citar-se (...)" (pág 11)

A Volta ao dia em 80 mundos
"- Minha senhora - disse -, não espere muita coerência nesta volta ao dia. Alguns dos meus oitenta mundos são velhos planetinhas aonde cheguei em tempos já distantes, um pouco como o pequeno príncipe de Saint- Exupéry, tão vilipendiado pelos durões da literatura e tão comovente para nós que continuamos fiéis a City Lights, a Jelly Roll Morton, a Oliver Twist." (pág 171)


Último Round
"Enquanto isso os rapazes argentinos me convidaram para tomar um copo de vinho em sua Casa da Cité, e estávamos ouvindo um disco de Maria Elena Walsh enquanto Matta e Seguí começavam a pintar na parede um general com quatro patas caindo de um cavalo com apenas três." (pág 103)

Último Round
"Em algum lugar da bibliografia que não quero lembrar foi explicado uma vez que há escadas para subir e escadas para descer; o que não foi dito na ocasião é que também pode haver escadas para ir para trás." (pág 222)

Um comentário:

Red Eyes disse...

Around the world in 80 days? Never heard of this I must confess but will check it out. Thanks! I'm taking away with me the following words "stairs to climb and descend stairs for, not what was said at the time that can also be stairs to go back"!

btw: my favourite brazillian writer is Armados. I loved his dona fluer and her two husbands.